usingtutorials.com

VOCÊ NÃO ENCONTRA O QUE PROCURA?

Use nosso mecanismo de busca e encontre tudo que você precisa

Como usar o Mac

Recursos do macOS

Se esta é sua primeira vez usando o Mac, em particular se você vem do Windows, acho quase obrigatório mostrar-lhe imediatamente algumas das principais características distintivas do sistema operacional de desktop da Apple.

Ecossistema Apple

Ao longo dos anos, a Apple conseguiu criar um verdadeiro ecossistema de dispositivos e servi√ßos conectados uns aos outros, unidos por um fio comum: oApple ID. Este tipo de conta, na verdade, permite sincronizar v√°rios dados (incluindo senhas, hist√≥rico do navegador e favoritos, configura√ß√Ķes do sistema e assim por diante) n√£o apenas entre v√°rios Macs, mas tamb√©m com iPhones, iPads e outros dispositivos produzidos pela gigante de Cupertino. .



Em particular, gra√ßas aos servi√ßos da plataforma iCloud voc√™ pode sincronizar dados e configura√ß√Ķes via Internet (com 5 GB de espa√ßo livre), armazenar fotos e v√≠deos (Fotos iCloud), acesse um enorme cat√°logo de streaming de m√ļsica que pode ser integrado √†s suas m√ļsicas favoritas (A apple M√ļsica com a biblioteca iCloud) e muito mais.

Para tornar tudo mais ‚Äúperfeito‚ÄĚ, ou seja, sem interrup√ß√Ķes, s√£o os sistemas nomeados Continuidade ed N√£o Interferir, gra√ßas ao qual √© poss√≠vel copiar e colar textos, fotos e v√≠deos entre m√ļltiplos Macs, entre Mac e iPhone / iPad e vice-versa, iniciar uma atividade em um dispositivo Apple e retomar rapidamente em outro (fun√ß√£o N√£o Interferir), fa√ßa e receba chamadas ou envie e receba SMS diretamente do seu computador, se voc√™ tiver um iPhone e muito mais, tudo desde que os dispositivos estejam emparelhados com o mesmo ID Apple.


Para se ter uma ideia concreta da Continuidade e do uso do ecossistema Apple entre Mac e iPhone, sugiro que voc√™ leia este guia, repleto de informa√ß√Ķes detalhadas sobre o assunto.


Em outras palavras, se voc√™ est√° trabalhando com um Mac que possui, deve criar e associar um Apple ID para sua conta de usu√°rio sem qualquer hesita√ß√£o, pois pode ser muito √ļtil para voc√™: no entanto, falarei com voc√™ sobre isso mais tarde.

Instalação do programa

Outro mecanismo muito importante para saber antes mesmo de abordar um Mac é o que se relaciona cominstalação de programas, que, no macOS, são mais comumente conhecidos como "aplicativos".

De um modo geral, existem dois caminhos a seguir: o mais seguro e mais simples √© baixar os aplicativos diretamente do app Store, ou seja, do "mercado" integrado ao sistema operacional; a loja da Apple cont√©m aplicativos gratuitos e pagos e deve ser usada com seu ID da Apple. Ao fazer isso, o risco de executar em um software prejudicial ou n√£o √ļtil para a finalidade para a qual foram projetados √© quase completamente eliminado, j√° que as pol√≠ticas da App Store s√£o extremamente restritivas em termos de seguran√ßa e consist√™ncia.

Para baixar um aplicativo da App Store, após associar sua conta a um ID Apple, basta pesquisar o software de seu interesse, clicar em seu ícone e pressionar o botão Ottieni- Em alguns casos, pode ser necessário inserir a senha do seu ID Apple ou completar a verificação de identidade com o Touch ID.

Já o segundo método consiste em baixar da Internet os arquivos de instalação dos diversos softwares: o procedimento a seguir para configurar os aplicativos varia de acordo com o tipo de arquivo baixado. Aqui estão os mais comuns.


  • Arquivo do tipo .Dmg: s√£o pacotes que cont√™m todo o aplicativo. Depois de baixar e abrir esse arquivo, quase sempre √© poss√≠vel instalar o programa arrastando seu √≠cone para a pasta Aplica√ß√Ķes no Mac, usando a janela que se abre na tela. Em alguns casos, os arquivos .dmg tamb√©m cont√™m arquivos de texto informativos ou um arquivo que permite desinstalar automaticamente o aplicativo.
  • Tipo de arquivo .App: esses s√£o os arquivos execut√°veis ‚Äč‚Äčdos aplicativos, geralmente contidos em pacotes .dmg ou em arquivos .zip. √Äs vezes, esses arquivos podem ser baixados individualmente. Voc√™ pode abrir um execut√°vel de qualquer lugar no seu Mac, pois cont√©m tudo que voc√™ precisa para executar o programa em quest√£o, mas √© sempre aconselh√°vel copi√°-lo para a pasta primeiro Aplica√ß√Ķes, para evitar erros ou opera√ß√Ķes inesperadas.
  • Arquivo do tipo .Pkg: eles s√£o arquivos que podem ser baixados individualmente ou est√£o contidos em arquivos .dmg. Uma vez executados, eles prop√Ķem um procedimento de instala√ß√£o guiada que permite finalizar a configura√ß√£o do programa; geralmente, tudo se resume a pressionar o bot√£o Continuando algumas vezes consecutivas e inserir o senha do Mac, para finalizar tudo.

Como as pol√≠ticas do sistema macOS s√£o projetadas para proteger a seguran√ßa do usu√°rio, em alguns casos, durante a instala√ß√£o de um software, pode ser necess√°ria a concess√£o ‚Äúmanual‚ÄĚ de determinadas permiss√Ķes pelo sistema operacional; nesses casos, um bot√£o chamado geralmente aparece Abra as prefer√™ncias do sistema, acompanhados das instru√ß√Ķes para proceder √† libera√ß√£o das licen√ßas necess√°rias.



Para desinstalar um aplicativo baixado da App Store, você precisa abrir o Launchpad macOS (clicando no ícone em forma de grade localizado na barra Dock), pressione e segure o mouse sobre o ícone do aplicativo a ser excluído, pressione o botão (X) que apareça nele e responda afirmativamente à próxima mensagem.

Para excluir um programa instalado da Internet, no entanto, geralmente √© suficiente mover seu √≠cone da pasta Aplica√ß√Ķes del Mac al cesta. Para mais informa√ß√Ķes sobre como instalar e desinstalar um programa no Mac, voc√™ pode dar uma olhada nos tutoriais tem√°ticos em meu site.

Vírus e malware

Outro aspecto estritamente ligado √†s pol√≠ticas de seguran√ßa da Apple certamente diz respeito √† dissemina√ß√£o de v√≠rus e malware capaz de danificar o seu Mac, alterar / tornar os dados ileg√≠veis ou, pior ainda, colocar em risco a seguran√ßa das suas informa√ß√Ķes pessoais.

O sistema operacional macOS, por padr√£o, deixa o usu√°rio muito pouco espa√ßo para a√ß√£o, especialmente nas partes delicadas do computador; por este motivo, √© necess√°rio realizar procedimentos muitas vezes complexos para fornecer esta ou aquela autoriza√ß√£o ou para desbloquear um dos recursos ‚Äúavan√ßados‚ÄĚ do sistema.

Conseq√ľentemente, √© extremamente raro que os aplicativos instalados ou em execu√ß√£o no macOS possam realizar opera√ß√Ķes prejudiciais ou prejudiciais de forma independente, sem que o usu√°rio perceba.

Portanto, a menos que voc√™ deliberadamente contorne ou desative as configura√ß√Ķes de seguran√ßa padr√£o do macOS, o risco de contrair infec√ß√Ķes no computador √© muito, muito baixo, tornando-se quase nulo se voc√™ se limitar a executar apenas aplicativos baixados da App Store.

Para saber mais sobre malware no macOS, recomendo a leitura do meu guia sobre como limpar o Mac de v√≠rus, no qual forneci todas as explica√ß√Ķes do caso.


Como usar melhor o seu Mac

A Apple projetou o sistema operacional macOS com base no conceito de simplicidade e rapidez: gra√ßas ao barra de doca, localizado na parte inferior, voc√™ pode acessar o aplicativos usados ‚Äč‚Äčcom mais frequ√™ncia, Enquanto o Barra de menu do Mac, que muda de acordo com o programa aberto, permite acessar rapidamente as fun√ß√Ķes mais importantes deste √ļltimo.

Quando n√£o h√° aplicativos em primeiro plano, a barra de menu pode ser usada para fazer logout e desligar o Mac (clicando no bot√£o ma√ß√£ mordida), para acesso r√°pido aos locais do computador (menu afli√ß√£o) e para realizar v√°rias outras opera√ß√Ķes em arquivos, pastas e configura√ß√Ķes no Finder, o gerenciador de arquivos padr√£o do macOS, bem como o primeiro aplicativo que abre na inicializa√ß√£o.

Agora, depois de dar algumas no√ß√Ķes sobre o ecossistema Apple, o gerenciamento de aplicativos e a presen√ßa de v√≠rus e malware, acho que √© hora de mostrar algumas opera√ß√Ķes a serem executadas no sistema operacional Apple desktop instalado, extremamente √ļteis para aproveit√°-lo ao m√°ximo. .

Associar um ID Apple

Como já mencionei a você antes, associar um ID Apple para a sua conta de utilizador no Mac representa um passo fundamental para usufruir plenamente de todas as funcionalidades disponíveis no macOS: por exemplo, o Apple ID permite-lhe guardar e partilhar as suas imagens entre vários dispositivos, graças à plataforma de fotografia iCloud.

Al√©m disso, voc√™ tamb√©m pode armazenar senhas (chaveiro do iCloud), configura√ß√Ķes do sistema operacional, aplicativos e navegadores padr√£o em sua conta, explorar o sistema N√£o Interferir, armazene os dados de aplicativos da Apple na nuvem (por exemplo, Pages, Numbers, Keynote e alguns outros aplicativos de terceiros), gerencie o tempo de uso de seus dispositivos e muito mais, recupere a senha do Mac se ela for esquecida e muito mais.

Geralmente, o procedimento para configurar o ID Apple √© proposto quando voc√™ faz login em sua conta no Mac pela primeira vez, atrav√©s da janela Fa√ßa login com o seu ID Apple: se voc√™ j√° criou uma conta deste tipo antes, insira oemail no apropriado, clique no bot√£o Continuando, repita a mesma opera√ß√£o com o senha e siga as instru√ß√Ķes que lhe s√£o propostas, para definir as configura√ß√Ķes de privacidade e compartilhamento de dados.

Se voc√™ ainda n√£o tem um ID Apple, clique no link Criar um novo ID Apple, especifique o seu data de nascimento usando os menus suspensos apropriados e, ap√≥s pressionar o bot√£o Continuando, forne√ßa os dados solicitados (nome, sobrenome, email e senha) e conclua a cria√ß√£o da conta especificando um n√ļmero de telefone para usar para redefini√ß√£o de senha e verifica√ß√£o de dois fatores. Mais informa√ß√Ķes aqui.

Se eu tivesse ao invés ignorados configurar o ID Apple, você também pode fazer isso mais tarde, diretamente de dentro de sua conta: após ligar o Mac e inserir sua conta de usuário, abra o Preferências do Sistema, clicando no ícone de engrenagem localizado no barra de doca (ou clicando em menu de maçã no canto superior esquerdo e selecionando o item Preferências do Sistema, de dentro) e clique no botão log in, localizado no canto superior direito da tela que aparece.

Depois de fazer isso, insira o seu Apple ID no campo apropriado, vamos Transmissão e repita a mesma operação com o senha; se previsto, completa oautenticação de dois fatores, digitando o Código numérico que, entretanto, deveria ter sido enviado a você via SMS (ou na forma de uma notificação, em outro dispositivo associado ao mesmo ID Apple).

Agora, entre no senha do Mac no campo apropriado, clique no bot√£o OK e aguarde alguns segundos para que as informa√ß√Ķes da conta sejam recuperadas. Quando solicitado, clique no bot√£o permitir autorizar o ‚ÄúFind My Mac‚ÄĚ a localizar o seu computador em caso de roubo e pronto!

Uma vez conectado, voc√™ ser√° capaz de verificar as configura√ß√Ķes do seu ID Apple, controlar os aplicativos sincronizados, gerenciar o espa√ßo livre e todos os aspectos da sua conta abrindo o Prefer√™ncias do Sistema e clicando no bot√£o Apple ID, localizado no canto superior direito.

Para saber mais sobre como configurar o ID da Apple, recomendo a leitura do tutorial específico que dediquei ao tópico.

Configurar backup

Uma das ferramentas mais funcionais incluídas "padrão" no macOS é certamente máquina do tempo: na verdade, é um utilitário que permite que você faça o backup de todos os dados do seu Mac em apenas alguns cliques. Arquivos individuais arquivados via Time Machine podem ser restaurados em tempo real, graças a uma "máquina do tempo" virtual real.

Al√©m disso, os backups do Time Machine podem ser usados ‚Äč‚Äčpara restaurar completamente o Mac, o que √© bastante interessante para conter qualquer perda de dados no caso de uma falha de disco.

Para funcionar, o Time Machine requer um disco rígido externo grande o suficiente para armazenar dados, que pode ser conectado via USB (mas também Thunderbolt, para modelos Mac mais antigos) ou via rede local.

Assim que o disco √© conectado ao computador e a primeira configura√ß√£o do Time Machine √© feita, uma c√≥pia completa de todos os dados do Mac √© criada imediatamente (uma opera√ß√£o que pode levar v√°rias horas); nas pr√≥ximas vezes, o sistema de backup verifica automaticamente todos os arquivos criados, modificados e exclu√≠dos, altera√ß√Ķes no sistema operacional e programas e atualiza o salvamento anterior assim que o disco √© conectado ao computador novamente.

Se o dispositivo de backup estiver sempre conectado, o Time Machine atualizar√° os arquivos a cada hora, tomando cuidado para excluir os backups mais antigos em caso de espa√ßo insuficiente. Para mais informa√ß√Ķes, indico a leitura de meu tutorial dedicado, especificamente, ao funcionamento do Time Machine.

Use programas de plataforma cruzada

Se voc√™ vem de um sistema operacional diferente do macOS e √© a primeira vez que usa um computador da marca Apple, certamente poder√° apreciar a frota de software presente desde a primeira instala√ß√£o do sistema operacional. Os programas que podem ser usados ‚Äč‚Äčincluem o navegador Saf√°ri, editores de documentos TextEdit e P√°ginas, o reprodutor multim√≠dia m√ļsica, o visualizador de documentos Visualiza√ß√£o, o player de v√≠deo QuickTime player e muito mais. Al√©m disso, gra√ßas a servi√ßos como Setapp √© poss√≠vel pagar apenas uma assinatura mensal para ter acesso a v√°rios aplicativos (tamb√©m para iOS / iPadOS) sem ter que pagar a respectiva licen√ßa: mais informa√ß√Ķes aqui.

No entanto, para atenuar a transição entre dois sistemas operacionais diferentes (como Windows e macOS, por exemplo), você pode usar alguns programas disponíveis para ambas as plataformas, incluindo: navegadores Google Chrome, borda e Mozilla Firefox; a suíte de escritório LibreOffice ou o pacote Microsoft Office para Mac; ou o media player VLC, apenas para dar alguns exemplos.

Ao fazer isso, voc√™ minimizar√° quaisquer incompatibilidades entre os arquivos compartilhados entre os dois computadores; no caso de navegadores, utilizando o mesmo perfil de usu√°rio em todos os sistemas operacionais, voc√™ pode ter seus favoritos, hist√≥rico, senhas e outras configura√ß√Ķes de navega√ß√£o sempre com voc√™, gra√ßas √† nuvem, eliminando assim a necessidade de copiar tudo √† m√£o.

Use atalhos de teclado

Quando você costumava usar o Windows, você confiava nos atalhos do teclado para agilizar o seu trabalho e, agora que usa um Mac, percebeu que as teclas não coincidem? Bem, não se preocupe, é tudo normal e é apenas uma questão de hábito.

As teclas "especiais" do Mac, na verdade, s√£o um pouco diferentes daquelas que podem ser usadas no Windows: por exemplo, a tarefa da tecla Ctrl do sistema operacional da Microsoft √© delegado, no Mac, √† chave cmd ‚Ćė (tamb√©m referido como Comando ou comando): por exemplo, os atalhos de teclado para cortar, copiar e colar tornam-se, respectivamente, cmd + x, cmd + c e cmd + v.

A chave alt ‚Ć• do Mac, tamb√©m chamado op√ß√£o ou op√ß√£o, √© usado para digitar alguns caracteres especiais com o teclado e para realizar opera√ß√Ķes r√°pidas predefinidas (junto com a tecla cmd); esta √ļltima fun√ß√£o tamb√©m √© atribu√≠da √† tecla ctrl ‚ĆÉum ao controle.

Para o resto, as teclas especiais mai√ļsculas (shift), CAPS LOCK ed fn eles t√™m exatamente a mesma fun√ß√£o dos computadores baseados no Windows. Para obter informa√ß√Ķes mais espec√≠ficas sobre os atalhos de teclado dispon√≠veis no Mac, indico o guia oficial no site da Apple.

Al√©m disso, se voc√™ est√° "vindo" de um PC animado com Windows e est√° em processo de atualiza√ß√£o para um computador da marca Apple, recomendo que d√™ uma olhada em meu tutorial sobre como mudar do Windows para o Mac, no qual eu deram algumas "dicas" - te√≥ricas e pr√°ticas - √ļteis para lidar com a transi√ß√£o de um sistema operacional para outro.

Como usar o Mac

√Āudio v√≠deo Como usar o Mac
Adicione um coment√°rio a partir de Como usar o Mac
Comentário enviado com sucesso! Vamos revisá-lo nas próximas horas.