usingtutorials.com

VOCÊ NÃO ENCONTRA O QUE PROCURA?

Use nosso mecanismo de busca e encontre tudo que você precisa

Como usar o testador digital

Componentes do medidor digital

Imediatamente come√ßamos a nos familiarizar com os v√°rios componentes do medidor digital, para conhecer a fundo o instrumento: √© uma etapa essencial para aprender a us√°-lo corretamente durante as medi√ß√Ķes. O formato mais popular √© o de mult√≠metro digital port√°til, que consiste basicamente em um corpo port√°til em que os seguintes elementos s√£o diferenciados:

  • Tela Display - √© o componente onde os valores de medi√ß√£o s√£o exibidos (testadores mais sofisticados tamb√©m podem mostrar informa√ß√Ķes adicionais): em dispositivos padr√£o tem 4 d√≠gitos, com a possibilidade de exibir um sinal negativo adicional. Na maioria dos dispositivos, a tela √© de LED ou LCD e pode ter backlight para uma melhor consulta em condi√ß√Ķes de pouca luz.
  • Seletor - este √© o comando principal do instrumento: √© usado para selecionar o modo de medi√ß√£opor exemplo poder (UMA), tens√£o (V) e resist√™ncia (ő©) e definir o relativo escala de valores. Na maioria dos dispositivos, consiste em um simples bot√£o, mas em alguns modelos mais avan√ßados pode haver um teclado.
  • Bot√Ķes - dependendo do modelo, o de igni√ß√£o do dispositivo e algumas fun√ß√Ķes adicionais que podem ser ativadas usando bot√Ķes espec√≠ficos, como o de backlight ou aquele chamado Segurar para o bloqueio de medi√ß√£o no display.
  • conectores - s√£o usados ‚Äč‚Äčpara inserir os cabos de teste para conectar os circuitos el√©tricos ao testador. Tamb√©m neste caso, dependendo do modelo, poder√° haver mais entradas: como base certamente ter√° a porta dispon√≠vel COM ao qual o cabo preto dedicado √† terra √© convencionalmente conectado, enquanto o que leva o texto mAVő© destina-se √† sonda vermelha e √© abrangente da funcionalidade do volt√≠metro, ohm√≠metro e amper√≠metro (em alguns casos, no entanto, o testador pode ter portas separadas para cada fun√ß√£o). Outro conector muito √ļtil √© o chamado 10ADC (√†s vezes identificado com 10A), usado para medi√ß√Ķes de corrente acima de 200mA.
  • Compartimento da bateria - geralmente colocado na parte traseira do aparelho, √© utilizado para alojar as baterias essenciais para o correto funcionamento do testador.

Para realizar as medi√ß√Ķes tamb√©m s√£o fornecidos com o testador pontas, ou seja, as sondas conectadas a um par de cabos vermelho e preto que terminam na outra extremidade com dois conectores circulares revestidos de pl√°stico, que por sua vez devem ser inseridos nas respectivas portas do mult√≠metro.





Fun√ß√Ķes de um medidor digital

Existem muitos fun√ß√Ķes de um medidor digital que voc√™ pode usar para diagnosticar, por exemplo, o funcionamento de um circuito el√©trico, ou simplesmente para verificar a tens√£o residual de uma bateria.

Os mais comuns, para os quais explicarei o método de medição a você mais tarde, são aqueles relacionados à verificação dos seguintes valores.

  • Tens√£o - poderia ser continua (DCV), e √© indicado no seletor com o s√≠mbolo V- volts (para medir, por exemplo, a carga nas baterias) ou alternando (o s√≠mbolo, neste caso, √© formado pela letra V seguida pelo til ~) que, ou seja, varia ao longo do tempo (como no caso da alimenta√ß√£o de um gerador)
  • resist√™ncia - se voc√™ precisar verificar a resist√™ncia de um dispositivo el√©trico, voc√™ precisar√° consultar as quantidades inclu√≠das na se√ß√£o marcada com oohm, Ou [ő©].
  • Atual - tamb√©m neste caso, √© poss√≠vel medir tanto continua (DC) do que isso alternando (AC): voc√™ encontrar√° a escala de valores dispon√≠vel sob a letra [A] no seletor. Quanto √† corrente alternada, no entanto, voc√™ deve saber que muitos testadores baratos n√£o suportam esse tipo de medi√ß√£o.

Mult√≠metros mais avan√ßados, al√©m de fornecerem uma medi√ß√£o mais precisa, podem ter recursos adicionais, como os de an√°lise de freq√ľ√™ncia, capacidade, temperatura, apenas para citar alguns exemplos destinados a um uso mais profissional do instrumento. Muitos dispositivos tamb√©m integram um diodos e l 'oscilosc√≥pio.


Como funciona o testador digital

Depois desta visão geral essencial do dispositivo e dos recursos básicos que possui, é hora de entender como funciona o testador digital: Nos próximos capítulos, mostrarei como realizar corretamente uma medição de tensão contínua, o resistência e corrente direta, que representam os usos mais comuns nos campos profissionais e não profissionais.


Medição de tensão

Em quais casos voc√™ pode precisar do medi√ß√£o de tens√£o atrav√©s do seu mult√≠metro? A tens√£o, como voc√™ j√° deve saber, corresponde √† energia necess√°ria para mover uma carga el√©trica unit√°ria de um ponto para um ponto b: a press√£o exercida permite que os el√©trons carregados passem por um circuito de condu√ß√£o e, portanto, realizem seu trabalho, como a ilumina√ß√£o de uma l√Ęmpada.

√Č medido em volt: a bateria, desse ponto de vista, representa um exemplo marcante de condutor em que, por meio de um processo qu√≠mico, √© favorecido o transporte de uma determinada quantidade de energia para permitir a alimenta√ß√£o de um dispositivo.

O procedimento a seguir para testar a carga de uma bateria usando o mult√≠metro √© muito simples: primeiro voc√™ precisa inserir o conector do cabo de teste preto na porta COM e a sonda vermelha naquele mAVő© (ou, se presente, no dedicado com o s√≠mbolo [V]) Posteriormente, o testador deve ser ligado usando o bot√£o apropriado On / Off (ou selecionando diretamente o valor necess√°rio no bot√£o girat√≥rio).

O valor selecionado deve ser superior (mas o mais pr√≥ximo poss√≠vel) ao indicado nas especifica√ß√Ķes do dispositivo no qual a medi√ß√£o est√° sendo realizada: se, por exemplo, voc√™ deseja verificar a carga de um Caneta 1,5 V AAA, selecione o par√Ęmetro 2V usando o bot√£o.


Agora conecte a ponta do cabo preto ao aterramento da bateria (por assim dizer, do lado com o símbolo [-] ) e, em seguida, certifique-se de que a ponta do cabo vermelho toque na fonte de alimentação (símbolo [+]): o display mostrará imediatamente a carga restante da bateria.

Medição de resistência

para resist√™ncia queremos dizer a capacidade de um corpo de se opor √† passagem da corrente el√©trica. Portanto, pode ser √ļtil realizar um medi√ß√£o de resist√™ncia determinar o estado dos componentes que fazem parte do circuito: com o tempo, de fato, o desgaste pode levar a uma degrada√ß√£o dessa capacidade.


Quanto maior o valor obtido (expresso em ohm), menor é o fluxo de corrente capaz de passar por esse componente: o funcionamento do dispositivo no qual está integrado pode ser comprometido se o teste mostrar a presença de altos valores de resistência.

Como primeira regra, é importante que o circuito que você vai diagnosticar seja desconectado da rede e não é, portanto, alimentado de forma alguma. Em segundo lugar, deve-se notar que idealmente o componente a ser testado iria removido do circuito, para evitar que a medição seja afetada pela presença de outros componentes.

Por fim, como √ļltimo cuidado, √© importante que, durante o teste, as m√£os n√£o toquem nas pontas de prova: o corpo humano, de fato, causaria uma diminui√ß√£o da resist√™ncia, fazendo com que o mult√≠metro registrasse valores irreais.

Então, vamos ver como realizar essa medição em um resistor, ou aquele componente que, dentro de um circuito, tem a finalidade específica de opor resistência elétrica à passagem de corrente, por exemplo, para limitar a corrente destinada a determinados setores que precisam de menos recursos, como CONDUZIU.

A conex√£o a ser feita √© a mesma do cap√≠tulo dedicado √† tens√£o: o conector do cabo preto deve ser inserido na porta COM, o conector do cabo vermelho na porta mAVő© (ou naquele dedicado ao ohm√≠metro, se dispon√≠vel separadamente, identificado com o s√≠mbolo ő©).

Depois de ligar o testador, se você não tiver ideia de qual pode ser a faixa de resistência, é uma boa ideia selecione o valor mais alto dentro da escala de ohms (por exemplo 2M), a menos que haja um botão de autorange, que determina automaticamente a escala com base nos valores registrados.

O mult√≠metro mostrar√° imediatamente o valor OL, antes mesmo de conectar os terminais de teste ao componente. Ao mesmo tempo, voc√™ pode notar a presen√ßa do s√≠mbolo Mő© no display, como nesta fase (com os cabos de teste ainda sem contato) a resist√™ncia encontrada √© muito alta.

Agora você só precisa fazer o contato entre os terminais e as extremidades de metal do resistor: se o testador mostrar um resultado igual a 0, você precisa escalar o valor de referência para o próximo com o botão giratório e assim por diante, até obter um resultado consistente.

Medição atual

A medição atual ocorre na escala de ampére, identificado pelo símbolo [UMA]. O procedimento a seguir, neste caso, é muito diferente dos de resistência e tensão (que ocorrem em paralelo): Recomendo que proceda somente se tiver confiança neste tipo de atividade, que envolve o uso de fluxos de corrente contínua.

Basicamente, para obter os valores reais do fluxo de elétrons que passam por um determinado circuito, é necessário pare fisicamente em qualquer ponto e certifique-se de que o componente de amperímetro do testador torna-se parte do circuito, alimentando a corrente para o próximo ponto.

O mult√≠metro, portanto, deve ser conectado inserindo o conector do cabo preto na porta COM e o cabo de teste para o fio que sai do circuito. O conector do cabo vermelho, por outro lado, deve ser inserido na porta mAVő© (ou, se houver, na porta dedicada com o s√≠mbolo [UMA]) para o qual o fus√≠vel de 200/250 mA, enquanto a ponta relativa est√° em contato com o cabo de entrada do circuito (consulte o diagrama acima para obter mais detalhes). Nota: se voc√™ tiver d√ļvidas de que o circuito pode usar mais de 200mA, √© aconselh√°vel mover a ponta de prova vermelha na porta de 10, que est√° conectado a um fus√≠vel capaz de transportar uma carga maior.

Al√©m disso, √© bom saber que para este tipo de medi√ß√£o as suas pr√≥prias devem ser monitoradas evolu√ß√£o ao longo do tempo, pelo menos por alguns segundos: pode ser √ļtil, portanto, equipar-se com duas bra√ßadeiras de metal capaz de reter os fios que permitem a sa√≠da em s√©rie da corrente do circuito e sua posterior reintrodu√ß√£o, liberando assim as m√£os.

Ap√≥s acessar o testador, ele tamb√©m ativa o circuito: sugiro que voc√™ selecione o valor m√°ximo da escala em amperes, dispon√≠vel em seu mult√≠metro e diminu√≠-lo de acordo com a consist√™ncia dos dados detectados. O display mostrar√° a leitura instant√Ęnea atual em Modo DC que, de acordo com as condi√ß√Ķes de uso do circuito, ir√° variar de tempos em tempos.

Como usar o testador digital

√Āudio v√≠deo Como usar o testador digital
Adicione um coment√°rio a partir de Como usar o testador digital
Comentário enviado com sucesso! Vamos revisá-lo nas próximas horas.